terça-feira, 14 de novembro de 2017

A Rã e o Boi [fábulas de Esopo]



Este mês, apresentamos a história de uma rã que não gostava do seu tamanho, algo que não era normal numa rã, já que todas são pequenas. Um dia a rã viu um boi, sentiu-se inspirada e fez de tudo para ser maior do que ele. 

Primeiro encheu-se de ar para ver se o seu tamanho aumentava e depois pediu a opinião das outras rãs suas amigas que acharam ridículo aquilo que estava a fazer. Com isso, a rã decide mudar de estratégia. Em vez de encher-se de ar, optou por comer até ficar gigante e não havia nada que a parasse. Comeu de tal forma que acabou por rebentar! [Credo!]

Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING para receberes automaticamente todos os episódios.

Se preferires, podes ouvir no YouTube.


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Lúcia Veríssimo ao SBROING: «Todos gostavam do Jerry mas eu chorava pelo Tom»



Lúcia Veríssimo vai estar em Lisboa na próxima quarta-feira, dia 15, na sessão de abertura do Muvi - o único festival de cinema específico sobre música em Portugal, que se realiza no cinema São Jorge.

A atriz e realizadora de cinema brasileira, que os teus pais conhecem bem de muitas telenovelas populares nos anos 80 e 90, vai estar presente na estreia em Portugal do seu documentário "Eu, meu pai e Os Cariocas - 70 anos de música no Brasil" que resulta do trabalho de cerca de dois anos da Lúcia.

No documentário estão os depoimentos de 60 outros artistas como Ângela Maria, Caetano Veloso, Carlos Lyra, Chico Buarque, Erasmo Carlos, Fafá de Belém, Gal Costa, Joyce Moreno, Marcos Valle, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Roberto Menescal e Zélia Duncan, entre outros. No total ouvem-se excertos de 134 músicas que estavam, em boa parte, guardadas no arquivo da mãe, diz ela. Isto porque o fio condutor da história do filme é o amor e admiração que tem pelo pai, Severino de Araújo Silva Filho, um dos fundadores do grupo que faleceu antes de ver terminado o documentário. 

Se quiseres conhecer a Lúcia em pessoa, só tens de ver o filme na próxima quarta-feira, às 21h30, na sala Manoel de Oliveira do São Jorge porque ela vai lá estar.


Daniela Azevedo e Lúcia Veríssimo na Casa da Guia em outubro de 2017


Entretanto, ficas a saber que já nos contou quais eram os seus desenhos animados e "histórias em quadrinhos" prediletos em criança.


Aqui fica a figura d'"O Amigo da Onça".




segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Cláudia Ferreira, dos Banho Maria, ao SBROING: «Não sabia ler nem escrever e já queria ser cantora»

Cláudia Ferreira, dos Banho Maria, a lanchar com o SBROING na Fábrica Imperial

Desta vez, o SBROING dá-te a conhecer os Banho Maria. Não têm nada a ver com cozinha, não...

Banho Maria é um novo grupo musical, formado em Ourém, e composto por seis músicos que misturam pop-rock com fado numa base acústica.

A banda está a lançar o seu primeiro álbum, "Casa do Castelo", cujas canções refletem as vivências de cada um dos seus elementos. A Cláudia Ferreira é uma jovem muito doce, que dá voz às canções que também falam de amores inocentes, e antes que fique muito frio deu-me um abracinho acompanhado de um chá em Lisboa, enquanto contou que sempre foi muito ligada às artas, desde criança.



A música dos Banho Maria que está a tornar-se mais popular é esta: