sexta-feira, 5 de março de 2021

Proença-a-Nova promove leitura de contos infantis

 


A Biblioteca Municipal de Proença-a-Nova promove, diariamente a leitura de um conto infantil, uma iniciativa com transmissão online, que decorre nos meses de março e abril.

"Com esta iniciativa queremos, continuar as tradicionais horas do conto, mantendo o relacionamento possível com todas as crianças que participavam nesta atividade da biblioteca", explica, em comunicado, o vice-presidente da Câmara de Proença-a-Nova.

João Manso sublinha que o objetivo passa também por "manter ativos os nossos leitores e descobrir novos voluntários para esta honrosa tarefa de leitura, agora leitura de cabeceira online".

Todos os dias, de segunda a sexta-feira, durante os meses de março e abril, a Biblioteca Municipal de Proença-a-Nova apresenta na sua página do Facebook, às 20h30, um conto infantil pela voz de um voluntário no âmbito da atividade "Chichi Cama - Histórias para Sonhar".

No total, serão apresentadas 45 histórias durante os dois meses da iniciativa e qualquer pessoa pode voluntariar-se para fazer a leitura. Para isso, basta fazer a sua inscrição junto da Biblioteca Municipal de Proença-a-Nova, através do email biblioteca@cm-proencanova.pt ou pelo telefone 274670007.

As "histórias" ficam disponíveis no Facebook da biblioteca e podem ser revisitadas a qualquer momento e em qualquer hora do dia. Segundo a autarquia de Proença-a-Nova, esta iniciativa antecipa a comemoração do 26.º aniversário da biblioteca, que decorre a 29 de abril e as celebrações do Dia Internacional do Livro Infantil (2 de abril), e do Dia Mundial da Poesia (21 de março).

"Pretende-se divulgar livros que a qualquer momento, e mediante a disponibilidade, podem ser requisitados na Biblioteca Municipal e promover uma atividade que tem muitos benefícios junto do público a que se destina, nomeadamente a capacidade de escutar a história, de imaginar e de sonhar, preparando os mais pequenos para a hora de dormir", conclui a nota.

quarta-feira, 3 de março de 2021

Pokémon comemora 25 anos



O vídeojogo Pokémon, uma das franquias globais mais bem sucedidas, assinala 25 anos da estreia no Japão, agora reforçado pela pandemia da covid-19 que tem impulsionado o entretenimento digital.

Em 1996, os títulos originais da franquia, "Pokémon Red" e "Pokémon Green", foram lançados no Japão para o não menos revolucionário Game Boy da Nintendo, no qual o jogador desempenhava o papel de um rapaz que sonha apanhar todos os "Pocket Monsters", ou na abreviatura, pokémon.

Um quarto de século mais tarde, esses títulos e 150 criaturas evoluíram, em formato e género, para a publicação de dezenas de jogos que venderam mais de 368 milhões de cópias, com mais de 800 pokémon para descobrir, catalogar e reproduzir.

Mais de 22 mil milhões de cartões colecionáveis distribuídos em 77 países ou uma série animada com mais de mil episódios em 23 épocas, licenciada em 176 países, são outros marcos importantes.

Há cinco anos, a chegada aos telemóveis do Pokémon GO, com mais de mil milhões de downloads, acabou por transformar um fenómeno já global, que soube adaptar-se a novos públicos e também cativar a maioria dos adultos, pelo menos até à chegada da pandemia da covid-19.

"Vamos continuar a oferecer novas e inovadoras formas de experimentar o mundo do Pokémon durante os próximos 25 anos", disse o diretor de marketing Peter Murphy, da divisão internacional da The Pokémon Company, a empresa criada especificamente para gerir a franquia multimilionária, à agência de notícias espanhola EFE por ocasião do aniversário.

Para 2022, a empresa anunciou o lançamento de um novo jogo Nintendo Switch, "Pokémon Legends: Arceus", cujo trailer podes ver mais abaixo, no qual os jogadores terão de construir a primeira base de dados Pokémon (Pokédex) para uma das regiões da série, Sinnoh, apresentado pela primeira vez em 2006.

Estes títulos foram completamente refeitos em "Pokémon Shiny Diamond" e "Pokémon Shimmering Pearl" e serão lançados no final deste ano.

As comemorações do 25.º aniversário viraram-se para o formato digital e uma série de atuações musicais, no âmbito do projecto P25 Music, que decorrerá durante um ano.

A iniciativa é patrocinada pela cantora norte-americana Katy Perry, fã da franquia. "Pokémon tem sido uma constante na minha vida, desde jogar os jogos de vídeo originais no meu Game Boy até trocar cartões Pokémon TCG durante o recreio para aventuras de apanhar Pokémon na rua com Pokémon GO", disse a artista.

 

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Vem conhecer "As Viagens do Zambujinho"

Já está online o site do projeto educativo “As Viagens do Zambujinho” - asviagensdozambujinho.pt/

O Município de Azambuja, visando consolidar a iniciativa e dar resposta aos desafios criados pela pandemia COVID-19, lança este site para dar continuidade e maior afirmação ao projeto “As Viagens do Zambujinho”.

Este projeto procura abranger, de forma transversal, o contacto com a realidade do concelho e consequentemente com os seus munícipes, permitindo a transmissão de experiências diversificadas. Neste projeto de educação não formal o objetivo permanente é o de aprender, trocar, partilhar e, por consequência, enriquecer a vida dos seus habitantes.

As "Viagens do Zambujinho" são rotas temáticas representativas de todas as Freguesias do Concelho, evidenciando as especificidades que as caracterizam. O Município pretende sensibilizar e "conquistar" as crianças para essa descoberta proporcionando-lhes um conjunto de vivências e de conhecimento prático, através da exploração das características próprias de cada local, de alguns elementos que fazem o nosso passado e o nosso presente, de diversas profissões e atividades económicas, enfim, da realidade sociocultural do território em que habitam e do qual são parte integrante.

Outro objetivo deste projeto é proporcionar aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico o conhecimento direto e sensorial dos diferentes Patrimónios que o Concelho de Azambuja possui (histórico, geográfico, social, turístico, económico, ambiental, cultural/humano) e contribuir para a formação de futuros munícipes e cidadãos esclarecidos que promovam o desenvolvimento economico-social e cultural do seu concelho.

O projeto é composto por 10 rotas distintas: a Rota dos Vigias (Alcoentre), a Rota Ambiental (Aveiras de Baixo), a Rota do Vinho (Aveiras de Cima), a Rota da Lezíria e dos Avieiros (Azambuja), a Rota Urbana (Azambuja), a Rota Pina Manique (Manique do Intendente), a Rota dos Sentidos (Vale do Paraíso), a Rota da Indústria (Vila Nova da Rainha), a Rota dos Moinhos (Maçussa) e a Rota da Arqueologia (Vila Nova de São Pedro).

Quem visitar o site "As Viagens do Zambujinho", pode obter informações sobre as rotas, as atividades e até diferentes percursos de caminhadas pelas várias freguesias do concelho.

É de realçar que as atividades deste projeto educativo estão suspensas, devido à pandemia, sendo intenção do município continuar a dinamizar este projeto, quer neste novo canal digital quer através da realização presencial das rotas, quando for possível, envolvendo os alunos e valorizando o território e todas as potencialidades do Concelho de Azambuja.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Como passar a terça-feira de Carnaval em casa?

 


Sim, eu sei, apesar de ser uma ameba microscópica eu sei que é muito aborrecido passar o dia de hoje sem... Carnaval na rua. Eu sei, mas também sei que há várias atividades divertidas que podemos fazer em casa para não pensarmos mais no assunto.

Chama os teus pais, tios, avós, irmãos mais velhos e toca a brincar ao Carnaval!

Em primeiro lugar podes reciclar fatiotas de outros anos e inventar uma nova. Um pirata-palhaço... uma princesa-LOL... Ou porque não mascarares-te de fantasma? É só ir buscar um lençol... Ou de árvore de Natal?

Depois da farpela vestida, faça-se a festa com alguns doces, sumos de fruta natural e... música! Não gostas muito da música de Carnaval? Não te preocupes que o SBROING tem para ti uma playlist para a matiné aí em casa.

Também podes fazer uma caça ao tesouro quando estiveres cansado de dançar e ainda passar o fim de tarde a ver filmes porque no dia de hoje os principais canais temáticos têm programação especial.

Não tens máscara? Tens, tens... olha lá bem para a que tens usado para sair à rua. Porque não lhe fazes uns desenhos malucos em cima e a reaproveitas para o dia de hoje?

Diverte-te, bom Carnaval!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

SBROING conta "A Cigarra e a Formiga" - uma das fábulas de Esopo [leitura em vídeo]

 


Neste fevereiro chuvoso, o SBROING traz-vos um clássico da literatura infantil, no qual Esopo conta a história de uma cigarra que canta durante o verão, enquanto as formigas trabalharam para acumular alimento no formigueiro. No inverno, desamparada, a cigarra faminta pede-lhes um pouco dos grãos que punham a secar. Quando lhe perguntam o que andou a fazer durante os dias quentes, a cigarra responde que não tivera tempo para juntar comida pois "cantara melodiosamente", ao que as formigas retrucam que se cantara no verão, que dançasse no inverno.

Esta mesma história foi recontada por Jean de La Fontaine, procurando atualizar as fábulas de Esopo e ainda criando as suas próprias. Queres ouvir? Tem chuva de fundo :)


Se preferires, podes também ver com a imagem dentro de casa, num ambiente quentinho, ajudado pela lareira, como está no YouTube.

Imagem de Filipe Pedro.

Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING, agora também no Spotify, para receberes automaticamente todos os episódios.

 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Quarta edição dos prémios Quirino em maio


A quarta edição dos Prémios Quirino, destinados a reconhecer o cinema de animação do espaço ibero-americano, foi marcada para maio, em San Cristóbal de La Laguna, Tenerife, em Espanha, anunciou a organização.


Os prémios serão atribuídos a 29 de maio, sendo antecedidos, a partir do dia 27, pelo Fórum Ibero-Americano de Coprodução e Negócios, dedicado a profissionais de cinema de animação.

Na convocatória para esta próxima edição, a organização recebeu 265 longas e curtas-metragens de 17 países, entre os quais Portugal, embora não tenha sido discriminada a lista de filmes submetidos.

Segundo a organização, destas 265 obras serão selecionadas as finalistas para as diferentes categorias dos prémios Quirino: longas-metragens, séries, curtas-metragens, curtas escolares, obras por encomenda, animação de videogame, desenho de som e música original, desenvolvimento visual e design de animação.

Espanha, Argentina e Brasil são os três países mais representados entre as obras submetidas. Os Prémios Quirino foram criados em 2018, para reconhecer a produção de quem trabalha no cinema de animação do espaço ibero-americano, dos dois lados do Atlântico.

Mais de 20 países, incluindo Portugal, estiveram na criação destes prémios, batizados em homenagem ao realizador italo-argentino Quirino Cristiani. Em 2020, a animação "Klaus", do realizador espanhol Sérgio Pablos, foi eleita o melhor filme dos Prémios Quirino, numa edição em que foram ainda distinguidos filmes de Bruno Caetano e João Gonzalez.

"Klaus", estreado na plataforma Netflix, contou com a participação dos portugueses Sérgio Martins, na direção de animação, e Edgar Martins, no departamento de argumento. O realizador João Gonzalez venceu dois prémios com o filme "Nestor", produzido na Royal College of Art, em Londres, onde estudou Animação: conquistou o Quirino de melhor curta-metragem escolar e o prémio de melhor desenho de som e música original. O filme "O peculiar crime do estranho sr. Jacinto" valeu ao realizador português Bruno Caetano o prémio de melhor desenvolvimento visual.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Festival IndieJúnior, para já, apenas nas escolas

 


O Festival de Cinema IndieJúnior, no Porto, acontece em fevereiro apenas com sessões online para escolas, por causa da pandemia, e a programação em sala foi adiada.

"É tempo de readaptação ao momento que vivemos", escreve a direção do IndieJúnior em comunicado, explicando que este ano, o festival "irá em primeiro lugar às escolas, durante o mês de fevereiro, levando um mundo cheio de ideias e sonhos diretamente à sala de aulas".

"Num segundo momento será a vez de as famílias desfrutarem das sessões, já nas salas parceiras do festival, em data a anunciar, no regresso à ocupação dos espaços culturais da cidade", esclareceu.

A plataforma online criada pelo festival - www.indiejunior.com - permitirá a organização de sessões de curtas-metragens nas escolas, de acordo com diferentes faixas etárias, bastando uma inscrição pelos professores interessados.

Segundo a direção, este ano o IndieJúnior contará com mais de 50 filmes que "incorporam noções de liberdade, ecologia, família e arte, numa programação que pesa em igualdade a diversão e o carácter educativo do cinema".

Destaque para os filmes "Alice Júnior", Gil Baroni (Brasil), sobre uma youtuber transgénero, "Fritzi - um conto revolucionário", de Ralf Kukula e Matthias Bruhn, uma animação alemã que reconta a história da queda do muro de Berlim pelos olhos de uma criança, e "Bom dia Mundo!", outra animação, francesa, de Anne-Lise Koehler e Éric Serre, sobre ecologia e ambiente.

Quando for permitido o regresso do cinema às salas culturais, o IndieJúnior irá ainda exibir "O estranho mundo de Jack", de Henry Selick, numa escolha da cantora Manuela Azevedo na secção "O meu primeiro filme - Revisitando os clássicos", e fará um cine-concerto do violetista José Valente e com alguns dos "filmes mais divertidos da história do cinema".

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

"Aqui há burro" à espera de uma visita dos mais novos


Depois de conhecer a história destes simpáticos animais que não dão coices, não são nervosos e são muito comilões, os mais novos vão dar um passeio na companhia destes novos amigos: as crianças montam e os pais conduzem os animais à guia.

Esta divertida experiência decorre todos os sábados, às 10h00, 12h00 e 15h00, na Tapada D. Fernando II (Junto ao convento dos Capuchos) em Sintra.

A atividade está temporariamente suspensa, mas é possível saber mais aqui e antecipar-se ao que os mais pequenos vão querer mal a pandemia dê tréguas.

Foto: Wilson Pereira

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

O primeiro livro infantil sobre Endometriose é português e já está nas livrarias

 


A Endometriose - que se caracteriza pelo aparecimento de tecido similar ao do endométrio fora do útero -, é uma doença complexa que provoca dores pélvicas crónicas incapacitantes, infertilidade e outros sintomas de relevo. Existem diversas teorias sobre a sua origem não havendo ainda um consenso.

"A Endometriose é ainda pouco falada e conhecida. É uma doença com um diagnóstico, geralmente, demasiado tardio. A falta de informação e a desvalorização da sintomatologia fazem com que muitas mulheres vivam anos sem saber que sofrem desta condição, inclusive, por verem as suas queixas desvalorizadas clinicamente. Mas a Endometriose existe, é real, leva órgãos, sonhos e vidas. E é por isso que este livro é tão importante. Porque chega com o intuito de sensibilizar não só as crianças como os seus cuidadores!", afirma Susana Fonseca, autora do primeiro livro infantil do mundo sobre Endometriose, lançado com a chancela da Sana Editora e com ilustrações de Inês de Freitas. 

"A Barriga Estragada da Mamã" é uma história fantástica pela simplicidade com que é contada. A ambivalência de um percurso de vida marcado pela dor e pelo sofrimento provocado pela doença e a felicidade de ter conseguido ser mãe é contada com ajuda das perguntas inocentes de Bi, dando a conhecer a doença, que continua a ser desconhecida para muitos. A perceção e diagnóstico precoce é de suprema importância. Só assim é possível agir atempadamente através de uma equipa multidisciplinar, minimizando as consequências da doença.

 Susana Fonseca nasceu em Leiria, no ano de 1984. Concluiu a sua licenciatura em Ensino Básico e o Mestrado em Psicologia Clínica, mas foi no dia em que recebeu o seu diagnóstico de Endometriose, em fevereiro de 2010, que descobriu a sua missão de vida. Em 2013 fundou a Mulher Endo - Associação Portuguesa de Apoio a Mulheres com Endometriose, da qual é ainda hoje Presidente. A leitura e a escrita sempre fizeram parte da sua vida e a sua estreia oficial no mundo da literatura infantil começa com "A Barriga Estragada da Mamã".

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

3ª edição da Escola Amiga da Criança premeia Escola da Amadora

 

O projeto Palavras com Sabores e Afetos, da Escola EB 2/3 Cardoso Lopes, localizada na Amadora, arrecadou o galardão na categoria "Saúde", da 3ª edição da iniciativa Escola Amiga da Criança. Este projeto pretende promover os hábitos de leitura, a alimentação saudável e a prática de desporto, com o intuito de combater a obesidade infantil.

Palavras com Sabores e Afetos, é o nome atribuído ao conjunto de projetos dinamizados na Escola EB.2,3 Cardoso Lopes, que visam essencialmente despertar e incentivar o interesse dos alunos para a leitura.

Os projetos intitulados "Pela Escola... Com Tachos e Livros!" e "Em Casa... Com Tachos e Livros!" têm como objetivos promover a literacia e a educação para a saúde. Através da dinamização destes dois projetos a escola procura que as crianças e jovens sejam progressivamente capacitadas a fazer escolhas saudáveis e conscientes. Pretendem, ainda, desenvolver nos alunos competências que lhes permitam adotar estilos de vida saudáveis prevenindo desta forma a obesidade, a diabetes tipo 2, as cáries dentárias e as doenças cardiovasculares.

O Projeto "Pela Escola... Com Tachos e Livros!" consiste na confeção de um prato saudável em qualquer espaço da escola, por alunos, professores e assistentes operacionais. Esta confeção é gravada e os vídeos são colocados na internet para que possam ser visualizados por toda a Comunidade Educativa. No final desta confeção, os alunos leem um excerto de uma obra requisitada, por eles, na Biblioteca Escolar.

"Em Casa... Com Tachos e Livros" trata-se de um projeto que visa aproximar e envolver as famílias dos alunos com a escola. Neste projeto, alunos, famílias e professores confecionam, nas suas casas, pratos saudáveis. No final desta confeção existe sempre a leitura de um excerto de uma obra requisitada na Biblioteca Escolar. Esta leitura é feita por alunos individualmente, ou com um elemento da sua família ou, então, por professores.

O Projeto "Zumba com Chá e Livros..." tem como objetivos contribuir para a formação de leitores autónomos, promover as boas práticas alimentares e incentivar os alunos para a prática do exercício físico. Este projeto dinamizado na Biblioteca da escola inicia-se sempre com uma sessão de zumba, com a duração de 15 minutos. Após esta sessão de zumba, os alunos leem fontes históricas ou excertos de uma obra que promova a Cidadania, manifestam as suas opiniões sobre as leituras efetuadas e colocam questões sobre as mesmas. Posteriormente os alunos são convidados a participar num lanche onde podem beber chá, consumir fruta, bolos e pão confecionados com ingredientes saudáveis.

Os Projetos "10 Minutos a Ler" e um "Livro Sempre à Mão" pretendem que os alunos visualizem a leitura como um ato de prazer. Nestes projetos, os alunos são convidados a lerem em sala de aula, na Biblioteca Escolar ou ao ar livre obras que fazem referência a afetos, à amizade, à importância da partilha, à compreensão, à inclusão e à defesa dos direitos humanos.

Por fim, o Projeto "Mala dos Afetos" consiste na gravação de um vídeo onde alunos e professores leem, geralmente, um poema original e uma história. Estes vídeos terminam com uma dança ou canção e destinam-se a crianças hospitalizadas, idosos ou meninos com incapacidades cognitivas ou motoras que não frequentam a escola.

O vencedor desta categoria vai ficar com a sua biblioteca recheada de livros LeYa, no valor de 500 euros, bem como usufruirá de prémios por partes de parceiros que se associaram à iniciativa. De destacar a oferta adicional pela note! de um cheque-oferta no valor de 1000 euros em materiais escolares.

A terceira edição da Escola Amiga da Criança contou com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Fundação Altice, REN, note!, Católica Business School, Sociedade Ponto Verde, Associação Mutualista Montepio, The Inventors, Fábrica Centro Ciência Viva, EKUI, Associação ACEGIS, Solfut, Maped e ANEBE com o projeto "Menores nem uma Gota" em parceria com Secretaria Regional da Saúde da Região Autónoma da Madeira.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Conto: Zé do Saco: o contrabandista


O Museu dos Transportes e Comunicações - Alfândega do Porto partilha, através do seu site e das redes sociais, conteúdos que permitem conhecer a história do Edifício da Alfândega (em processo de Classificação como Monumento de Interesse Nacional), as suas coleções e exposições.

O conto "Zé do Saco: o contrabandista", novelas aduaneiras, histórias sobre peças das suas coleções, jogos para os mais novos (puzzles e sopa de letras), pequenas visitas virtuais ao Edifício e exposições, são algumas das partilhas disponíveis aqui.


quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Atividades para os mais pequenos no site da União Europeia


O site da União Europeia (UE) disponibiliza um conjunto de atividades para entreter os mais novos - puzzles sobre países ou línguas, adivinhas, quizzes de história, geografia e cultura, jogos de bandeiras e o significado das suas cores, monumentos e sítios famosos, jogos de tabuleiro inspirados na ação climática e até um jogo sustentável onde podemos construir uma cidade amiga do ambiente.

A ideia é entreter, testar conhecimentos e também aprender um pouco mais sobre os 27 países que fazem parte da UE. A maioria dos jogos é para brincar online, com elementos interativos, mas há também a possibilidade de imprimir mapas da Europa para colorir ou folhas para um "quantos-queres" de factos históricos, em várias línguas.

Está tudo disponível aqui.

domingo, 10 de janeiro de 2021

SBROING conta "O Natal dos Presentes Que Ninguém Queria" de Ana Gomes [leitura em vídeo]

 


O mais recente audioconto do SBROING chegou na noite de Natal para nos lembrar que, tal como a menina Marcela, é importante aprendermos a ver com o coração.

Hoje, já depois do Dia de Reis, falamos sobre o destino que deram às vossas prendas de Natal. Já as estão a usar? A brincar com elas? Trocaram-nas ou, pior ainda, já estão enfiadas numa gaveta sem destino animado à vista?

Este é o tema que a Ana Gomes simpaticamente ofereceu ao SBROING para uma leitura sobre o triste destino de alguns presentes de Natal e que nos vem falar, também, de segundas oportunidades.

Se preferires, podes também ver com a imagem dentro de casa, num ambiente quentinho, ajudado pela lareira, como está no YouTube.

Imagem de Filipe Pedro.

Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING, agora também no Spotify, para receberes automaticamente todos os episódios.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Convite para conhecer "O Guia Ilustrado das 25 Aves de Lisboa"


A Câmara Municipal de Lisboa, através de Lisboa Capital Verde 2020, lança um guia para conhecer os pássaros da cidade.

Mesmo de inverno, a natureza tem os seus encantos e é válido um convite para aproveitar o jardim, a varanda ou a janela e ficar a conhecer melhor os pássaros locais.

Com a ajuda d' "O Guia Ilustrado das 25 Aves de Lisboa" é possível ficar a conhecer as características, os hábitos, onde observar e o que escutar para identificar algumas das espécies mais comuns da cidade. Em Lisboa, mais de 140 espécies foram registadas entre 2005 e 2010.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Peddy Paper no Parque da Pena


Os Parques de Sintra estão a organizar Peddy-Papers no Parque da Pena destinados a famílias com crianças entre os 8 e os 12 anos, que decorrem todas as quintas-feiras, às 15h00.

Os participantes são levados a descobrir os recantos misteriosos do Parque da Pena e a questionarem-se sobre temas relacionados com a natureza e a história do local, cujas respostas encontram na interpretação de enigmas e na observação do meio envolvente. É uma forma interativa e divertida de conhecer o Jardim Histórico da Pena.

Os Peddy-Papers ajudam a conhecer melhor o património de uma forma divertida.

Encontras aqui mais informações sobre os passeios.