quinta-feira, 25 de junho de 2020

Valongo acolhe festival de literatura infanto-juvenil



O segundo Onomatopeia, o festival de literatura infanto-juvenil de Valongo, no Porto, começa no dia 26 de junho, com uma programação repartida entre as ruas da cidade e um ecrã digital, com distanciamento social por causa da covid-19.

Este ano o festival, organizado pela autarquia, tem curadoria da escritora Adélia Carvalho e procurou reinventar-se em tempo de pandemia, com o formato mais tradicional do evento, com conversas, oficinas, cinema e atuações, a dar lugar a um programa mais colaborativo e descontraído, lê-se na nota de imprensa.

Entre os dias 26 e 28 de junho, o Onomatopeia propõe 12 horas de atividades, entre as 10h30 e as 22h30, com destaque para as "batalhas entre escritores", com moderador e tendo como ponto de partida uma onomatopeia. Estão previstas batalhas literárias online entre Ondjaki e David Machado, entre António Mota e Isabel Zambujal ou entre José Luís Peixoto e Isabel Minhós Martins.

A pensar nos leitores mais novos, haverá ainda oficinas de língua portuguesa - de trava línguas ou lengalengas -, leituras de contos e, a fechar o dia, uma canção de embalar, interpretada em direto por Mafalda Veiga acompanhada de ilustrações de Cátia Vidinhas, Evelina Oliveira e Sérgio Condeço.

Na Rua de S. Mamede e no Largo do Centenário, em Valongo, será possível escutar "Histórias da minha rua", uma "instalação sonora comunitária" assinada pela jornalista Sandy Gajeiro com a participação do público.

Quem passar naquelas ruas verá ainda esculturas de Carla Monteiro e, no comércio, haverá uma intervenção de ilustração nas montras por Anabela Dias e Adélia Carvalho.

O grupo de teatro Pés na Terra e Cabeças no Ar, o festival IndieJúnior e as escritoras Ana Saldanha e Ana Luísa Amaral também estarão presentes no Onomatopeia.

terça-feira, 16 de junho de 2020

"Infâncias: Aqui e Além-mar" em versão digital


Uma versão digital do livro "Infâncias: Aqui e Além-mar", de José Jorge Letria e José Santos, foi lançada no âmbito das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

A editora SESI-SP, ligada ao Serviço Social da Indústria do estado de São Paulo, no Brasil, informa em comunicado que o e-book desta "viagem pelas lembranças da meninice" de dois poetas, o português José Jorge Letria e o brasileiro José Santos, pode ser adquirido na Amazon, "ampliando o acesso dos leitores à obra".

No contexto do feriado do 10 de Junho, Dia de Portugal, a SESI-SP está a promover "uma campanha especial para divulgação do título", que inclui ilustrações dos artistas Cátia Vidinhas (Portugal) e Guazelli (Brasil), "reforçando ainda mais a ligação" entre os dois países lusófonos.

Em 2018, "Infâncias: aqui e além-mar" foi distinguido no Brasil com o prémio e o selo "Altamente Recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, enquanto melhor livro na categoria "Literatura em Língua Portuguesa". A SESI-SP planeia a sua publicação também Portugal, estando para já a obra disponível na Livraria da Travessa, em Lisboa.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil



A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", publicou um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que é disponibilizado online, gratuitamente e em formato de série.

O anúncio foi feito pela própria autora, através do Twitter, que revelou a intenção de proporcionar às crianças, forçadas a permanecer em casa devido à pandemia de covid-19, a possibilidade de lerem a história antecipadamente à sua publicação em novembro.

J.K. Rowling tratou logo de esclarecer que este conto de fadas "sobre a verdade e o abuso de poder", que esteve guardado vários anos no seu sótão, não tem ligação ao universo de Harry Potter.

"The Ickabog" passa-se numa terra imaginária sem relação com qualquer outra obra de Rowling e é disponibilizado em série online, em 34 episódios gratuitos, sendo o último publicado a 10 de julho, segundo o anúncio feito pela autora no Twitter.

Posteriormente, será publicado como livro, ebook e audiolivro, e as royalties revertem para projetos de assistência a grupos atingidos pela pandemia.

A história começou a ser escrita há mais de dez anos, pelo que não deve "ser lida como uma resposta a nada do que está a acontecer no mundo neste momento", esclareceu.

A romancista disse ainda que "The Ickabog" foi escrito com várias interrupções e recomeços, entre os livros de Harry Potter, e que inicialmente planeou publicá-lo após o último livro da série, "Harry Potter e os Talismãs da Morte".

Em vez disso, passou a escrever romances para adultos, incluindo "The Casual Vacancy" e "The Cuckoo's Calling", sob o pseudónimo Robert Galbraith.

J.K. Rowling disse que decidiu "afastar-se dos livros infantis por um tempo" e que manteve o primeiro rascunho de "The Ickabog" guardado no seu sótão.

"Com o tempo, vim a pensar nesta como uma história que pertencia aos meus dois filhos mais novos, porque a tinha lido para eles à noite, quando eram pequenos, o que sempre foi uma feliz recordação de família", contou.

No entanto, há algumas semanas, teve a ideia de publicar a história gratuitamente para as crianças em confinamento. A autora, que recuperou então os manuscritos e começou a reescrever algumas partes, conta que os seus filhos adolescentes "estavam emocionalmente entusiasmados" e que ela tem estado "imersa num mundo fictício em que pensava nunca mais voltar a entrar".

"Enquanto trabalhava para terminar o livro, comecei a ler capítulos à noite para a família novamente. Esta foi uma das experiências mais extraordinárias da minha vida de escrita, pois os dois primeiros leitores de "The Ickabog" disseram-me do que se lembravam quando eram pequeninos e exigiram a reposição de pedaços de que gostavam particularmente (eu obedeci)", escreveu a autora no seu site.

J.K. Rowling está também a pedir às crianças que enviem ilustrações para cada capítulo. As melhores ilustrações serão incluídas nas edições impressas da história.

"Quero ver a imaginação a correr solta! Criatividade, inventividade e esforço são as coisas mais importantes: não estamos necessariamente à procura de habilidade e técnica", escreveu.

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Dia Mundial da Criança celebrado por diversos espaços culturais



Uma série sobre ópera, uma estreia das Histórias Magnéticas, para celebrar a Liberdade, e contos de José Eduardo Agualusa e David Machado estão nos programas do Dia Mundial da Criança, dos teatros S. Carlos (na fotografia de capa), LU.CA e D. Maria. As propostas de cada um dos teatros de Lisboa ficam disponíveis online, nos respetivos sites ou redes sociais, no dia 1 de junho.

O Teatro Luís de Camões - o Lu.Ca -, que completa dois anos no Dia Mundial da Criança, festeja a data com a estreia do primeiro conto original do grupo Histórias Magnéticas, que este ano completa o 10.º aniversário, e com uma playlist para celebrar o dia "de manhã à noite".

"Não se deixem enganar! - Um conto panfletário" é a proposta das Histórias Magnéticas, sobre "uma criança que viveu a transição do fascismo para a democracia em Portugal e que por isso sabe que não há pior do que viver sob um regime como o antigo".

Para esse menino, agora com 50 anos, a história da sua família antifascista, parecida com tantas outras, não pode ser esquecida, tem de ser contada, valer como exemplo de coragem e crença na Liberdade, "valor primordial da vida, mas eternamente ameaçado".

O Lu.Ca homenageia assim "a geração de pais e mães nascidos nos anos 1930 do século XX que, sem procurarem um lugar na História, protagonismo político ou de qualquer outra espécie, nunca se resignaram, arriscaram a vida, passaram pela prisão, exilaram-se e foram perseguidos para que hoje nós possamos viver num país melhor".

Depois da estreia, às 18h00, haverá uma conversa em streaming com o músico Sérgio Pelágio e a bailarina e coreógrafa Sílvia Real, que fazem as Histórias Magnéticas, um projeto apoiado por Gestão dos Direitos dos Artistas, Câmara Municipal de Lisboa e A Voz do Operário.

A peça - uma coprodução do Teatro LU.CA, CasaBranca/Festival Verão Azul e Câmara Municipal de Castelo Branco – e a conversa acontecem no Facebook e no Zoom do LU.CA, e a história ficará disponível, durante uma semana, no site do teatro.

No mesmo dia, o LU.CA disponibiliza no Spotify uma "Playlist para celebrar de manhã à noite", com curadoria da dupla de Dj "Bandido$".

O Teatro Nacional D. Maria II, a partir das 11h00, promove espetáculos online, leituras de histórias e uma sessão de poemas para celebrar o dia dos mais pequenos.

A Salinha Online é a primeira a abrir, às 11:00, com duas histórias infantis: "O pai que se tornou mãe", de José Eduardo Agualusa, lida por Inês Vaz, e "Parece um pássaro", de David Machado, interpretada por Pedro Russo.

As leituras ficam disponíveis para ver ou rever mais tarde, juntando-se às várias histórias já existentes na Salinha. Às 14h00, será a vez do espetáculo "Insuflável", que foi apresentado no D. Maria II em 2019.

Criado e encenado por João de Brito, "Insuflável" é uma história que faz pensar sobre os sonhos e a imaginação, dirigido a crianças maiores de seis anos. Interpretado também em Língua Gestual Portuguesa, as duas versões ficam disponíveis para visualização até ao final de junho.

No Nacional D. Maria, o Dia Mundial da Criança termina com uma sessão especial do Clube dos Poetas Vivos, dedicada a "Poesia para crianças". Às 17h00, Teresa Coutinho convida Catarina Loureiro, Cláudia Gaiolas, Crista Alfaiate, Manuela Pedroso, Marco Paiva, Teresa Sobral desvendam poemas, numa parceria entre D. Maria e a Casa Fernando Pessoa.

A sessão decorrerá em direto, no Instagram do D. Maria II, ficando mais tarde disponível para visualização no Youtube.

O Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), por seu lado, estreia "O que é que a ópera tem?", uma série infantil sobre o drama em música, o que nele fascina, prende a atenção e se apresenta como aventura, com a participação das formações residentes, o Coro e a Orquestra Sinfónica Portuguesa.

Vicente, de 6 anos, Francisca, de 7, e Marta, com 10 anos, são três amigos que, em suas casas, em tempo de pandemia, não deixam de conversar e brincar. Eles são os protagonistas da série infantil, que conta com a boneca Carlota, moradora no teatro lírico, do qual vai revelando segredos: os maestros, os cantores e os instrumentistas, a música que os une e "a magia que se vive no único teatro de ópera do país".

Segmentos de óperas, como "A Flauta Mágica", de Mozart, ilustram diferentes momentos, que permitem conhecer famílias de instrumentos, vozes de um coro, funcionamento dos corpos artísticos e a história da música, entre muitas outras.

O primeiro episódio conta com a soprano Elisabete Matos, diretora artística do TNSC, e será transmitido todas as segundas-feiras, às 12h00, no site do TNSC e nas suas páginas no Facebook e no Instagram.

sexta-feira, 15 de maio de 2020

Concertos para Bebés online


Os Concertos para Bebés vão ser transmitidos para casa das famílias pela Internet, adotando um novo modelo para responder às limitações impostas pela pandemia de covid-19.

Criados há quase 22 anos, os Concertos para Bebés, produzidos pela companhia Musicalmente, tinham uma intensa agenda para este ano, mas tudo foi cancelado, obrigando a repensar esta proposta para a primeira infância.

"Um concerto ao vivo não se substitui por uma transmissão pela Internet. Um concerto não é somente a experiência física, acústica, térmica, social ou de repertórios", explicou Paulo Lameiro, na apresentação de Concertos para Bebés em Casa. "Os concertos são circuitos de energias, um sistema que se alimenta e contamina de emoções, e isto nunca pode acontecer online".

A partir de 31 de maio até julho, cinco concertos serão transmitidos a partir dos Pousos, em Leiria, num espaço preparado para levar a casa dos assinantes espetáculos em direto com convidados especiais. Por isso, a equipa desenvolveu um formato que mantém os princípios originais do projeto, acrescentando-lhe ingredientes para "levar o palco a casa dos bebés, trazer os bebés à sala onde estão os intérpretes" e "intensificar e explorar outras formas de aproximar o público dos intérpretes".

Com a Internet saturada de proposta culturais, os Concertos para Bebés em Casa querem fazer diferente: "Os pais vão ser convidados a preparar as suas salas em casa, como um palco ou uma sala de concertos", avança Paulo Lameiro. Um "guião técnico" ajudará a dispor "a luz, a dramaturgia, os objetos, os tapetes, a altura da televisão e a altura a que o bebé vai estar". Um dos elementos mais velhos da família assumirá funções de "luminotécnico" e de "diretor de cena" doméstico, para que haja maior eficácia e cumplicidade.

Em sentido inverso, os músicos e intérpretes serão sensibilizados por fotografias de concertos antigos e por imagens e vídeos enviados pelos pais em tempo real, "para poder vivenciar e ter um bocadinho da experiência lá de casa".

O programa dos Concertos para Bebés em Casa arranca a 31 de maio aqui, com a harpista Ana Castanhito como solista convidada. O tema será "Danças com harpa".

Luísa Sobral (na foto de MD Photography) participa do concerto de 14 de junho, intitulado "Embalos da Luísa". Ainda em junho, dia 21, há música de contrabaixo e eletrónica com Hugo Correia em "O bebé virtuoso", e dia 28 o destaque será Rodrigo Carreira e a sua trompa, em "Dos campos ao pinhal". A encerrar esta primeira temporada em casa, os Concertos para Bebés apresentam a 12 de julho "Sordunas e outras guloseimas", com o fagote e contrafagote de Pedro Pereira e Gonçalo Pereira.

terça-feira, 12 de maio de 2020

Mariana Moreira lança 'Eu Já Sei Cuidar de Mim'


Mariana Moreira tem 20 anos. Desde os 8 anos quando começou a compor, que a música tem um papel fundamental na sua vida. Acompanha-se nos concertos com guitarra e/ou piano. Concorreu ao programa The Voice Portugal. No concurso Palmela Has Talent 2020 ficou em primeiro lugar, ex aequo com Pedro Vicente.

Mariana procura transmitir com as suas canções, ideias e mensagens que julga serem importantes nos dias de hoje.

Mariana Moreira estreia-se oficialmente com o single 'Eu Já Sei Cuidar de Mim', disponível mais abaixo.

'Eu Já Sei Cuidar de Mim' foi escrito, composto e produzido pela própria. É acompanhado de um videoclipe divertido que "casa" com a mensagem da canção. Traz uma alegre frescura à música portuguesa, abordando temas que considera serem muito especiais: a positividade e a beleza que nascem da juventude. E promete continuar a trazer temas muito importantes e especiais.


sexta-feira, 1 de maio de 2020

Joana Barra Vaz ao SBROING: «Os meus alunos dizem que sou a Dory»


Hoje é o último dia que tens para ver o documentário "Meu Caro Amigo Chico" (2012), da autoria de Joana Barra Vaz, que está disponível online. Trata-se de um streaming gratuito, sem fins lucrativos e a exibição "é cortesia dos autores do filme, da equipa artística e técnica e de todos os que, generosamente, tornaram este filme possível".

"Meu Caro Amigo Chico", que está disponível aqui, surge como que uma carta, escrita em forma de documentário, como resposta à canção 'Tanto Mar' de Chico Buarque. Traça-se um retrato de Portugal e do panorama musical que se vive, através das canções e testemunhos de vários músicos portugueses. Este documentário conta com a participação de António Zambujo, Bernardo Barata, Chico Buarque, Couple Coffee, Feromona, Foge Foge Bandido, João Afonso, José de Castro, José Eduardo Agualusa, JP Simões, Manel Cruz, Márcia, Miguel Araújo, Nuno Prata, Nuno Rafael, Os Quais, Peixe, Real Combo Lisbonense, Roda de Choro de Lisboa, Sérgio Costa, Sérgio Godinho, Zelig, entre outros.

"Era Uma Vez no Espaço" era o seu desenho animado favorito, como nos disse.
Joana Barra Vaz é argumentista, realizadora e compositora. Se bem te lembras participou no Festival da Canção da RTP de 2018, a convite de Francisca Cortesão e de Afonso Cabral, com a canção 'Anda Estragar-me os Planos'.

Concerto Pequeno David no sucesso "Hora do Recreio"


Mal as escolas fecharam devido ao surto da CoVid-19, o Pequeno David arregaçou as mangas, ou não fosse ele tanto artista quanto professor, e criou nas suas redes sociais a "Hora do Recreio".

Diretos com música, conversa, atividades e muita diversão, que têm contribuído para alegrar diariamente às 12h00 milhares de crianças.

A "Hora do Recreio" é também uma forma de apoiar todos os cuidadores infantis, sejam eles pais ou avós, com bons momentos passados em família.

Esta sexta vai haver um concerto especialíssimo do Pequeno David na "Hora do Recreio" para dessa forma celebrar um mês de diretos.

Para além dos temas dos seus dois discos, Pequeno David irá cantar o seu novo single 'Juntos por Aqui' totalmente produzida em casa e que mostra que podemos continuar a manter-nos virtualmente juntos, até ao dia que nos voltarmos a abraçar!

 

quarta-feira, 29 de abril de 2020

O Ovo da Pequena Coruja [leitura em vídeo]


A mãe da Pequena Coruja pôs um ovo. Fantástico, não é? Mas a Pequena Coruja diz à mamã que não precisam de uma nova coruja bebé - para quê, se a tem a ela - e que talvez seja, afinal, um ovo de pinguim... ou de crocodilo... ou, melhor ainda, de dragão! No entanto, depois de imaginar como seria, nenhuma dessas hipóteses lhe agradava realmente.

Será que, afinal, ter uma coruja bebé não é bem melhor? Um divertido e enternecedor livro sobre a chegada de um novo irmão, perfeito para a sua própria querida corujinha, de Debi Gliori com lustração de Alison Brown.

Aqui fica a leitura que dividimos com a Isabel Abreu.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Cherry, fã da Rua Sésamo, diz ao SBROING: «A minha mãe comprava as revistas todas as semanas»


Cherry lançou, já neste quadro de confinamento, o novo single 'Black Sugar'. Depois de 'Cold Wind', este é já o segundo single que virá a integrar o novo álbum, previsivelmente lançado este ano.

O caldeirão musical de Ana Caldeira - Cherry - já começou a ser ouvido com "London Express" e inclui jazz, blues, gospel, soul, r'n'b e rock.

Das jam sessions com os amigos ao coro da UTL, Ana sentiu que era altura de trabalhar com um objetivo profissional. Começou com um duo acústico, mas rapidamente o projeto passou a trio - voz, guitarra acústica e guitarra eléctrica -, os Cherry Jam, nascidos em 2010.

Agora anda a preparar um álbum novo e o fomos conversar com ela numa tarde primaveril ainda antes das ordens de distanciamento social; foi uma típica "conversa de amigas" na pacata vila de Alenquer, onde ficámos a saber que é fã da "Rua Sésamo" e do "Bocas".
E o tema 'Cold Wind', já ouviste? Aqui fica ele e o vídeo.

 

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Planeta Tangerina edita "Para que serve?"



"Para que serve um rinoceronte? Para que serve um sonho? Para que serve um quadro num museu?", pergunta o escritor José Maria Vieira Mendes num livro ilustrado para os mais novos, que foi agora publicado.

Com ilustrações em desenho, recorte e colagem de Madalena Matoso, o livro encadeia muitas perguntas e algumas respostas com outras questões sobre lógica, dedução e compreensão do que nos rodeia.

"Para que serve, então, perguntar 'para que serve'? Para termos a certeza de que uma coisa existe", escreveu José Maria Vieira Mendes.

De acordo com a editora, o texto deste livro nasceu de uma conferência que José Maria Vieira Mendes deu em 2019, no Teatro Lu.Ca, intitulada "Para que serve a Cultura?". "Para Que Serve?" é o primeiro livro deste autor, que escreve sobretudo peças de teatro, na editora Planeta Tangerina.

sábado, 18 de abril de 2020

D. Maria II inaugura hoje a Salinha Online


O Teatro Nacional D. Maria II inaugura hoje a Salinha Online onde todos os fins de semana irá transmitir um conto para os mais pequenos, anunciou a instituição dirigida por Tiago Rodrigues.

A primeira sessão decorre já hoje com a transmissão de "A grande viagem do pequeno Mi", de Sandro William Junqueira, que será interpretada por Luís Godinho.

No domingo, será a vez de "O país dos contrários", de José Eduardo Agualusa, história que será lida por Victor Yovani. Nos dias 25 e 26 de abril, a programação para os mais jovens será preenchida, respetivamente, com "O compadre simplório tem os pés tortos" e "A semente".

Pensada para famílias com crianças entre os três e os oito anos, a Salinha Online é um espaço de acesso toe gratuito, composto por vídeos com leituras de histórias e contos infantis.

Assim, todos os sábados e domingos, às 11h00, é lançada uma nova história, que depois fica disponível para ser vista ou revista em qualquer altura. Os vários atores vão dar corpo e voz, a partir das suas casas, a dezenas de histórias infantis.

A Salinha Online é uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II e do Grupo Ageas Portugal, com o objetivo de ser um espaço dedicado especificamente aos mais pequenos. A ideia é ajudá-los "a alargar a imaginação, assistindo a diversas histórias de autores portugueses e estrangeiros, algumas das quais recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura".

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Audiolivro: A Minha Avó Tem Coronavírus

de Beatriz Braga, Joana M. Gomes, Marta Correia, Miguel Correia e Susana Amorim

Olá amigos mais pequenos! Sabem que vocês são muito importantes nesta luta contra o coronavírus?
Para vos ajudar a DGS - Direção Geral da Saúde - criou algumas ferramentas que também partilho convosco em formato de audiolivro.

Este trabalho, "A Minha Avó Tem Coronavírus", pretende ajudar crianças e jovens a lidarem com uma situação nova e inesperada, que obriga a novas rotinas diárias e à gestão de situações nem sempre fáceis de entender.


Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING para receberes automaticamente todos os episódios.

Se preferires, também podes ouvir no YouTube.

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Stop Contágio para jogar e aprender


Amiguinhos, sugiro-vos uma destas tardes de chuva para passarem tempo de qualidade com a vossa família, em casa, e jogar STOP Contágio uns com os outros.

Este jogo didático destina-se a todas as idades e promove o conhecimento sobre vírus, particularmente focado no SARS-CoV-2. Trata-se de um jogo de perguntas e respostas em que cada escolha da opção certa se traduz em pontos para o utilizador.

"Aceda ao jogo online 'STOP Contágio' e aprenda mais sobre o novo coronavírus e como se pode proteger. Um jogo para toda a família!", escreve a Direção-Geral da Saúde (DGS) no Facebook.

Muitas das perguntas são acompanhadas por desenhos e observações que nos ajudam a compreender melhor e obter mais informação sobre determinado assunto relacionado com a Covid-19, como ações das quais não nos devemos esquecer ou mais explicações sobre o vírus e a sua propagação.

Podem aceder ao jogo aqui.

terça-feira, 14 de abril de 2020

Como entreter os mais novos em casa?


Quem tem filhos, nas mais diferentes idades, sabe que a necessidade de ficar em casa obriga a pensar em mil e uma estratégias para os entreter. Com o Clube de LeYtura, os pais vão ter esta tarefa facilitada e o tempo em família vai tornar-se rico em histórias que fazem as crianças viajar.

Juntamente com os livros, o Clube de LeYtura envia algumas atividades adaptadas às idades e que vão fazer as delícias dos mais pequenos, tais como: bowling dentro de casa, pulseiras da amizade feitas com t-shirts, balão-vólei e plasticina caseira. Outras atividades sugeridas incluem passatempos, jogo das diferenças, labirinto, quiz da leitura e diário das LeYturas.

O Clube de LeYtura é o primeiro clube português de subscrição de livros infantis e juvenis que permite receber, todos os meses dois livros, cuidadosamente selecionados por uma equipa de curadores, composta por editores, escritores infantojuvenis, pais e professores. Esta seleção dos livros é feita em função da idade do leitor: 0-3 anos; 4-5 anos; 6-8 anos; 9-10 anos e 11-13 anos.

O Clube de LeYtura entrega, todos os meses, a pais e filhos, histórias de casa em casa, para as famílias descobrirem novas aventuras em conjunto. Por 9,90 euros por mês, e sem compromisso, a leitura passa a ser um momento importante na casa das famílias portuguesas. A subscrição pode ser feita online aqui.

No momento em que o país se encontra as entregas do Clube de LeYtura serão mantidas, "pois torna-se ainda mais importante ocupar o tempo dos nossos leitores com as melhores histórias e surpreendê-los com novos livros e novas atividades", lê-se em comunicado enviado à imprensa.

sábado, 11 de abril de 2020

DJing infantil com o SBROING


O SBROING estreia-se neste fim de semana da Páscoa num DJing infantil destinado crianças entre os 4 e os 12 anos.

Esta é mais uma oportunidade para continuar a diversificar e complementar a oferta da ameba, desta feita com um momento musical destinado aos mais novos.

Conseguir pôr um sorriso nos lábios de uma criança que está triste ou desanimada por passar a Páscoa dentro de quatro paredes, é a minha missão para hoje!

Um dia destes fazemos uma festa ao vivo e mostro-vos como uma pontinha de diamante consegue "ler" som numa rodela de plástico preto que veio do petróleo.

A festa acontece aqui!

sexta-feira, 10 de abril de 2020

Isabel Abreu interpreta "O Casalinho do Diabo"

O Casalinho do Diabo

A produtora Take It Easy e o estúdio de animação Easylab apresentam o audiolivro do conto infantojuvenil "O Casalinho do Diabo", escrito por Jerónimo Rocha e narrado pela atriz Isabel Abreu. O audiolivro vai estar disponível online, gratuitamente, este fim-de-semana de Páscoa, de 10 a 13 de abril, nas plataformas Vimeo e SoundCloud.

O conto, passado em Portugal nos anos 30 durante a Páscoa, aproveita um conjunto de ritos e lendas de tradição portuguesa e vai buscar a atmosfera das estórias dos Irmãos Grimm.

Um programa familiar para estes tempos de isolamento numa Páscoa que será certamente diferente das habituais.

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Audiolivro: Quando a Minha Escola Abrir

de Beatriz Braga, Joana M. Gomes, Miguel Correia e Susana Amorim

Para as famílias que estão em isolamento, é fundamental a organização de uma rotina diária que responda às necessidades de todos e que equilibre momentos de trabalho e de lazer, de interação e autonomia e que garanta tempo para si próprio.

Neste sentido, a Direção-Geral da Saúde em parceria com a Ordem dos Psicólogos Portugueses sugere a organização de um plano semanal familiar, que deve ser sempre adaptado às características e realidade específica de cada família. E ainda um conjunto de atividades que respondem às diferentes necessidades de desenvolvimento das crianças e que podem servir de inspiração às famílias.

A estabilidade e a previsibilidade são essenciais para o equilíbrio emocional das crianças, sobretudo das mais pequenas. Esta história, "Quando a Minha Escola Abrir", vem na sequência destas preocupações sobre as crianças em isolamento.


Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING para receberes automaticamente todos os episódios.

Se preferires, também podes ouvir no YouTube.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Professor Jorge lança o single 'Oliveirinha da Serra'


Jorge Courela é músico, educador musical e autor dos livros e álbuns "As Canções do Professor Jorge", "Zé Maria Catatua" e "Capitão Miau Miau".

O Professor Jorge dedicou este ano letivo às canções tradicionais e 'Oliveirinha da Serra' é a última que nos apresenta já em tempo de isolamento.

Vamos brincar com a música?

 

segunda-feira, 30 de março de 2020

Kids' Choice Awards adiado devido ao coronavírus

Kids' Choice Awards adiado sem data

O Kids' Choice Awards 2020 estava marcado para 22 de março, mas foi cancelado devido à pandemia causada pelo coronavírus.

"O Kids' Choice Awards, programado para 22 de março de 2020, em Los Angeles, foi adiado por consideração à segurança e bem-estar de todas as pessoas envolvidas no evento, que são a nossa principal prioridade. Teremos mais informações sobre uma nova data no futuro", comunicou a organização.

Justin Bieber já estava confirmado para cantar no festival e Taylor Swift foi a principal nomeada.

Sara Carreira, Paulo Sousa, Bernardo Almeida e Beatriz Frazão são as estrelas portuguesas que estavam nomeadas para a categoria Internet Star Portuguesa Favorita.


Já o futebolista Cristiano Ronaldo estava nomeado para Estrela Desportiva Masculina Favorita dos Nickelodeon Kids' Choice Awards 2020, o único futebolista e o único indicado não americano numa categoria dominada pelos gigantes do basquetebol, do futebol americano e do skateboarding.

Vários programas de TV nos Estados Unidos continuam a gravar, mas sem plateia para que as possibilidades de contágio diminuam. The Ellen DeGeneres Show, The View, The Late Show With Stephen Colbert, The Wendy Williams Show, Live With Kelly And Ryan e Tamron Hall foram os primeiros a levar a cabo a mudança.

quinta-feira, 26 de março de 2020

Dia do Livro Português online



Irene Lisboa, Lara Barradas ou Sandra Clara Catarino, são algumas das autoras portuguesas cujas obras mereceram, ao longo dos tempos, interpretação do SBROING.

Neste atípico Dia do Livro português, em que se recomendam mais que nunca os audiolivros, sugiro uma passagem pelo meu canal de YouTube e pela obra de todas estas senhoras. A data (26 de março) foi criada pela Sociedade Portuguesa de Autores com o intuito de destacar a importância do livro, do saber e da língua portuguesa em todo o mundo.

Foi escolhido o dia 26 de março para esta celebração pois foi neste dia, em 1487, que se imprimiu o primeiro livro em Portugal: o "Pentateuco", em hebraico, saído das oficinas do judeu Samuel Gacon, na Vila-a-Dentro, em Faro.

Já o primeiro livro escrito em português foi impresso no Porto, dez anos depois, em 4 de janeiro de 1497. Produzido pelo primeiro impressor luso, Rodrigo Álvares, o livro tinha o título "Constituições que fez o Senhor Dom Diogo de Sousa, Bispo do Porto".

sábado, 25 de janeiro de 2020

Streaming da Disney vai chegar a Portugal no verão



A plataforma de streaming da Disney vai chegar a Portugal no verão, embora ainda sem data concreta, anunciou a gigante norte-americana, ao antecipar os lançamentos da Disney+ na Europa Ocidental.

Segundo comunicado da Disney, Portugal integra o conjunto de países europeus que vão ter acesso à plataforma no verão, a par de Bélgica e da região nórdica, enquanto Alemanha, Áustria, Espanha, França, Irlanda, Itália, Reino Unido e Suíça receberão a nova aplicação no dia 24 de março.

A nova plataforma da Disney, que pretende concorrer com rivais como Netflix, HBO, Amazon Prime, entre outros, foi lançada em novembro nos Estados Unidos, e tem entre os destaques de conteúdo séries como "The Mandalorian", do universo "Guerra das Estrelas".

O preço vai ser de 6,99 euros por mês ou 69,99 por um ano.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Professor Jorge lança o single em formato digital 'O Mar Enrola na Areia'



Novo ano, novas brincadeiras musicais. O Professor Jorge regressa às sessões de música na creche e  pré escolar com uma versão da canção tradicional 'O Mar Enrola Na Areia'.

Vamos brincar com a música?

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Paulo Cordeiro apresenta o Vol. IV do projeto Sementinha Musical



Paulo Cordeiro é licenciado em instrumento, via ensino (trombone) pela Universidade de Évora. Mais tarde fez o mestrado em ensino da música na especialização de pedagogia do instrumento. Cedo começou a lecionar aulas a crianças, percebendo a dificuldade de encontrar instrumentais e repertório direcionado ao ensino da música em idades precoces. Iniciou-se na composição de músicas infantis a pensar nos seus alunos com idades compreendidas entre os 0 e 5 anos.

Autor do projeto "Sementinha Musical" com músicas originais e arranjos com instrumental essencialmente acústico lançou "As Rotinas do Mitz".

Os áudios mostram um conteúdo apropriado para o ensino e desenvolvimento dos mais pequenos, com rotinas que os vão ajudar a consolidar as aprendizagens do dia a dia, ensinando-lhes hábitos de criarem, exprimirem as suas emoções, incentivando-os a formarem laços e partilha com todos os que os rodeia. Este álbum tem a voz de Sara Meireles e de Paulo Cordeiro, disponibilizando também as faixas instrumentais, para que crianças e adultos possam cantar.

 'O Macaco Brincalhão' feat. Sara Meireles é o single que apresenta o álbum e que podes ouvir aqui.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Escola Amiga da Criança: estão abertas as candidaturas


Começou um novo ano e com ele o segundo período de aulas. A Escola Amiga da Criança desafia as direções, professores, pais e alunos, que tenham ideias inovadoras e que contribuam para o desenvolvimento mais feliz da criança no espaço escolar, a candidatarem-se à 3.ª edição da Escola Amiga da Criança.

O projeto vencedor ganha 5.000€ (cinco mil euros) em livros LeYa e 6.000€ (seis mil euros) em equipamento para a escola (oferta da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa).

Até ao dia 14 de abril, é possível inscreverem os seus projetos e habilitarem-se a grandes prémios desta iniciativa da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), da LeYa e do Psicólogo Eduardo Sá.

A Escola Amiga da Criança procura projetos nas áreas de:

Alimentação | Estilos de Vida Saudável
Saúde
Sustentabilidade
Espaço Escolar
Digital
Envolvimento da Família
Cidadania | Inclusão | Flexibilidade | Atividades

As escolas podem candidatar-se no site da iniciativa. Os projetos serão posteriormente analisados por um júri.

A Escola Amiga da Criança pretende, pelo terceiro ano consecutivo, estimular as comunidades educativas e a sociedade em geral a olharem de forma renovada e inspirada para os aspetos primordiais do desenvolvimento dos alunos.

A 3.ª edição da Escola Amiga da Criança conta com o apoio da Staples Portugal, Católica do Porto Business School, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Fábrica Centro Ciência Viva, Universidade de Aveiro, Ciência Viva, Promethean, The Inventors, Fundação Altice, Diese, Associação ACEGIS, CMiranda, Glam, Ekui, Museu do Brincar, Sociedade Ponto Verde, Associação Mutualista Montepio, Maped, Solfut e REN.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Universo visual de Tim Burton em exposição no Museu da Marioneta



Marionetas, desenhos, maquetas e adereços de vários filmes de animação do realizador norte-americano Tim Burton vão estar expostos a partir de 5 de fevereiro no Museu da Marioneta, em Lisboa, revelou o festival Monstra.

A exposição "O mundo animado de Tim Burton" é apresentada como uma "homenagem aos filmes de animação do realizador norte-americano nunca antes vista em Portugal" e insere-se na programação dos 20 anos do Monstra - Festival de Animação de Lisboa.

Segundo o festival, a exposição apresentará marionetas e desenhos originais, adereços, maquetas e material de pesquisa de três filmes stop motion de Tim Burton: "Marte Ataca!" (1996), "A Noiva Cadáver" (2005) e "Frankenweenie" (2012).

As marionetas patentes na exposição foram produzidas pelos estúdios britânicos Mackinnon & Saunders, com os quais Tim Burton começou a colaborar em 1995, numa altura em que já tinha rodado filmes, em imagem real e animação, como "Eduardo Mãos de Tesoura" (1990), "O estranho mundo de Jack" (1993) e "Ed Wood" (1994).

A exposição "O Mundo Animado de Tim Burton" ficará patente no Museu da Marioneta até 19 de abril. O Monstra - Festival de Animação de Lisboa decorrerá de 18 a 29 de março.

Em 2019, o Monstra organizou uma exposição destes moldes dedicada ao universo visual dos estúdios Aardman, com a presença em Lisboa do fundador e produtor Peter Lord.

domingo, 5 de janeiro de 2020

Audiolivro: O urso de que o Pai Natal se esqueceu [leitura em vídeo]


A véspera de Natal estava quase a acabar e o Pai Natal dirigiu-se para a sua última visita do ano...

É assim que começa a segunda história de Natal que decidi contar-vos nesta quadra festiva já nos primeiros dias de 2020.

A história é da autora Diana Kimpton - "The bear Father Christmas forgot" - Little Hippo, 2000.
Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING para receberes automaticamente todos os episódios.

Se preferires, também podes ouvir no YouTube.

 

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Audiolivro: "Um Conto de Dois Natais" de Terry Tippets



E o Grinch cismou como é que aquilo podia ser?
Viera sem fitas. Viera sem rótulos. Viera sem embalagens, caixas ou sacos.
Cismou tanto que a sua máquina de cismar ficou cansada.
Então, o Grinch pensou em algo que nunca tinha pensado antes.
E se o Natal não viesse de uma loja.
E se o Natal significasse um pouco mais...
Dr. Seuss

Este ano, escolhi contar-vos "Um Conto de Dois Natais" de Terry Tippets

Jack Canfield & Mark Victor Hansen
Chicken Soup for the Soul - Christmas Cheer
Chicken Soup for the Soul Publishing, LLC, 2008
(Tradução e adaptação)
https://cld.pt/dl/download/cc16b290-f5ee-42b7-954c-7f3881c6ed45/Um%20Conto%20de%20Dois%20Natais%20-%20Terry%20Tippets.mp3

Entretanto, não te esqueças de subscrever o podcast do SBROING para receberes automaticamente todos os episódios.

Se preferires, também podes ouvir no YouTube.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Teatro para a Infância: O regresso do Babar e Fala-Bicho


Está de regresso um espetáculo esperado por todos: Babar e Fala-Bicho - Teatro para a Infância, pel'A Corda Teatro.

Trata-se de duas histórias diferentes que serão apresentadas de seguida com um pequeno intervalo de 5 minutos entre elas (não é necessária a saída da sala).

Babar: A partir do texto que apresentou o elefante Babar ao mundo, recorrendo à primeira história escrita por Jean de Brunhoff sobre este conhecido e amado elefante, as palavras do autor francês (com tradução e adaptação de Elsa Gomes) interagem com a música ao vivo composta por Francis Poulenc, para nos contar as aventuras que levaram Babar da floresta para a cidade e de volta à floresta, onde se tornará Rei dos Elefantes.

Fala-Bicho: Peça elaborada a partir de uma seleção de poemas da obra Fala-Bicho, de Violeta Figueiredo, com música composta por Eurico Carrapatoso. A melhor forma de resumir esta obra é recorrer à leitura que Alice Vieira dela fez: são vinte histórias, muito simples, de bichos que falam e brincam tudo numa linguagem que explora a rima, os sons e, evidentemente, a imaginação. (...) Se existe verdadeiramente um género que se possa chamar "poesia infantil", deve ser este que Violeta Figueiredo nos apresenta (in Diário de Notícias).

Produção A Corda
Interpretação Manuela Henriques
Pianista Manuel Prata

Babar
Adaptação do texto de Jean de Brunhoff por Elsa Gomes e Ruben Saints
Música Francis Poulenc

Fala-Bicho
Texto Violeta Figueiredo
Música Eurico Carrapatoso

Terça a sexta-feira - 10h30 e 15h00 [sessões escolares]
Sábado - 16h00
Domingo - 11h00

Contactos:
Centro Cultural Malaposta
Rua de Angola - Olival Basto - Odivelas
Tel: 219 383 100

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Autores portugueses em festival de literatura infantil na Índia



Inês Pupo e Gonçalo Pratas são os autores portugueses convidados para participar na edição deste ano do Bookaroo, o maior festival de literatura para a infância da Índia, que se realiza entre novembro e dezembro, anunciou a produtora Constroisons.

Inês Pupo, psicóloga, psicoterapeuta e escritora, e Gonçalo Pratas, músico, compositor e produtor, com vários trabalhos publicados na área da música e da literatura para a infância, vão apresentar os seus livros de poesia e música em formato de concerto acústico nos dias 29, 30 de novembro e 1 de dezembro em Nova Deli, e 6, 7 e 8 de dezembro em Bhopal.

Os escritores vão ainda realizar uma oficina na Galeria Nacional de Arte Moderna, em Nova Deli, no dia 10 de dezembro.

A participação de Inês Pupo e Gonçalo Pratas neste festival acontece no mesmo ano em que o projeto "Galo Gordo", o mais conhecido dos autores, celebra 10 anos.

Os dois artistas foram distinguidos com o prémio de Melhor Livro Infanto-Juvenil em 2012, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores e pela RTP, e os seus livros são referenciados pelo Plano Nacional de Leitura do Ministério da Educação e pela Casa da Leitura da Fundação Calouste Gulbenkian.

Os dois autores colaboraram também com o departamento infanto-juvenil da RTP e têm os seus trabalhos publicados em várias editoras, como a Caminho, a Dom Quixote, a Porto Editora e a editora discográfica americana Putumayo Kids.

Atualmente, Inês Pupo e Gonçalo Pratas estão a trabalhar num novo livro-CD a lançar no início do próximo ano com a Livros Horizonte.

A participação dos autores no festival de literatura para a infância da Índia tem o patrocínio do Estado português através do Ministério dos Negócios Estrangeiros, do Instituto Camões – Centro Cultural Português em Nova Deli e da Embaixada de Portugal na Índia. O Bookaroo realiza-se desde 2008 em várias cidades da Índia.