quarta-feira, 8 de março de 2017

SBROING as a one woman show



Queridos amigos, 

Depois de ano e meio de aventuras e muita diversão a reproduzir, em formato digital, alguns clássicos da literatura infantil, o SBROING, por decisão pessoal do Basílio Vieira, é, neste momento, one woman show.

O SBROING é um projeto que me faz muito feliz, que me orgulha e que me levou, literalmente, a vestir a camisola (coisa rara nos dias de hoje).

Tomei praticamente como minha a mascote do podcast de audiolivros. Tratei dela e dei-lhe voz o melhor que pude e sei. Não podia, claro, seguir sozinha neste momento sem agradecer à Isabel Abreu, que tomou como sua a minha felicidade pelo SBROING e foi a primeira a fazer um objeto com base na gosminha verde, como carinhosamente a tratávamos; ao Quarto das Brincadeiras por ter feito notícia do nascimento do SBROING - acreditem que nos deram força para planearmos os passos seguintes; ao Eduardo Jemsborda, pela quantidade de SBROINGs que espalhou em brindes divertidos e fofos, bem como à equipa da Motard FM por ter levado a ideia aos pequenos motards; ao Nuno Matos por ter usado o SBROING como exemplo do que se pode fazer em matéria de podcasts sem dinheiro e por o ter levado à televisão; a todos os que ajudaram o Basílio no esclarecer das dúvidas técnicas iniciais; ao Basílio, claro, pelo entusiasmo com que chegou a abraçar o projeto e pelas horas passadas na impressora a 3D a fazer gosminhas. Os contos de fadas e princesas remetem sempre para um final feliz, por isso, vamos continuar a acreditar nessas histórias. Tentámos levar o SBROING mais além e contámos com alguns incentivos e continuo a acreditar que é possível devolver aos mais pequenos a paixão pelas histórias infantis no formato audiolivro.

O SBROING deseja ao Basílio as maiores felicidades para as suas aventuras futuras. Muito obrigada a todos; espero que continuem a acarinhar-me com os vossos "gostos" ou comentários simpáticos e vou continuar a gostar muito que me abordem para partilhar a felicidade das vossas crianças quando sorrirem ao ouvir estes trabalhos.

Sem comentários:

Publicar um comentário